Notícias

Museus municipais terão orientações para gestão de riscos e prevenção de desastres

06/09/2018 | Fonte: CNM | Acessos: 140

A Confederação Nacional de Municípios (CNM) lamenta profundamente o incêndio que destruiu, no dia 2 de setembro, grande parte do acervo e da sede do Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). A CNM se solidariza com os funcionários, pesquisadores e estudantes dessa Instituição, que completou, em junho de 2018, 200 anos.

O Museu Nacional é a mais antiga instituição científica do Brasil. Dispunha de um acervo de relevância nacional e internacional composto por mais de 20 milhões de itens relacionados, principalmente, às áreas de Antropologia, Botânica, Entomologia, Geologia e Paleontologia, que faziam dele o maior museu de história natural da América Latina.

Diante dessa perda irreparável para a cultura, a história e a ciência no Brasil, as áreas técnicas de Cultura e de Defesa Civil da CNM estão elaborando material técnico para dar orientações sobre gestão de riscos e prevenção de desastres em museus municipais. De acordo com a plataforma MuseusBr, do total de 3.790 museus que existem no Brasil, mais de 1.300 são municipais.

Outras publicações
A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e Cultura (Unesco) aprovou, em 2015, a “Recomendação à Proteção e Promoção de Museus e Coleções, sua Diversidade e seu Papel na Sociedade”.

Já o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) publicou os seguintes títulos:
“Segurança em Museus”, em 2011;
“Programa para a Gestão de Riscos ao Patrimônio Musealizado Brasileiro”, em 2013;
“Gestão de Riscos ao Patrimônio Musealizado Brasileiro”, também em 2013;
e “Subsídios para a elaboração de Planos Museológicos”, em 2016.

Modernização de Museus
O Ibram recebe até amanhã, 6 de setembro, inscrições para a 4ª edição do Prêmio Modernização de Museus, que vai contemplar 28 projetos com R$ 100 mil cada, totalizando R$ 2,8 milhões voltados a iniciativas bem-sucedidas de preservação e difusão do patrimônio museológico implementadas por instituições museológicas ou por mantenedores de museus no período de 2015 a 2018.

< Voltar

Envie a um amigo